Um céu

aqui na terra

Há um caminho para o céu

MISSÕES

Voluntário

Um caminho

SEJA UM VOLUNTÁRIO

FAÇA SUA DOAÇÃO

Fome

no norte de Minas

A missão dos Amigos de Minas é matar a

Doe AMOR

Seja um voluntário,

SAIBA MAIS

 

Olá, seja bem vindo

Creia em um mundo melhor e comece a mudança você
Acreditamos em um mundo melhor e que é possível mudar, mas toda mudança começa por nós mesmos. A amigos de Minas é uma instituição mantida exclusivamente através de doações de pessoas que acreditam nessa mudança. Rico ou pobre, todos tem algo a doar. Até quando conviveremos com a ideia de que, pensar em um mundo melhor, sem fome ou desigualdade social é algo utópico? Pelo contrário… deveria ser primordial. Combater a fome e a miséria no Norte de Minas tem sido uma tarefa árdua, mas muito prazerosa.
Nós da amigos de Minas não medimos esforços para que essa realidade esteja cada vez mais próxima e acreditamos que esse trabalho é fruto da mudança individual de “todos” os voluntários trabalhando em equipe. Acreditamos que é possível aliviar a dor dessas pessoas que sofrem com fome, com sede e sobrevivem da boa vontade do irmão que doa o pouco ou muito do que tem. Seja alimento, roupa ou um pouco de amor e carinho. Eles recebem e precisam de tudo. Creia na mudança, comece a construir um mundo melhor e sinta a mudança acontecer um sua vida afinal, Doar é receber em dobro! 😉

Um trabalho feito por você

Fundada em 2001, a Ong Amigos de Minas foi criada pelo Sr. Idair Antônio Vieira, que transformou a tragédia da perda do filho em um acidente de carro (veja história completa aqui) em um projeto grandioso que salva da morte (por fome) várias crianças e adultos. Tudo começou através de uma indenização do seguro DPVAT que o Sr Idair converteu todo em alimentos. Ainda era pouco pra tanta fome existente no Norte de Minas, mas a nobreza do ato sensibilizou muitas pessoas que se envolveram e até se disponibilizaram em ir pessoalmente levar esses donativos. Assim foi feito e até hoje, 17 anos depois o trabalho sobrevive do mesmo jeito. Da sensibilidade das pessoas, da vontade de fazer algo em favor dos menos favorecidos e do amor ao próximo, elemento fundamental e combustível diário de todos nós.

Após assistir a uma matéria na televisão que mostrava uma senhora da cidade de Pai Pedro, Norte de Minas, vítima da desnutrição, o Sr Idair descobriu ali um motivo para empregar todo o dinheiro recebido do seguro DPVAT. É que nesses meses antes ele perdeu o seu filho Heitor de 5 anos em um acidente de carro. Um motorista bêbado invadiu a calçada e o atropelou. Perdera o filho e a vontade de viver naquela época. Tomado pela esperança de amenizar a dor daquela gente, gastou todo o dinheiro na compra de alimentos e montou cesta básicas com a ajuda de amigos. A empresa onde trabalhava disponibilizou o transporte e muitos amigos de trabalho foram voluntários na distribuição. Assim foi inaugurado um trabalho de muita luz, caridade, fé amor ao próximo. Naquela no de 2001, Idair começa um trabalho de grandeza inenarrável e sequer tinha conhecimento disso. Nome melhor, impossível: “ONG Associação Heitor Rodrigues Graciano – Amigos de Minas”. Escolhido para lembrar o coração enorme e pureza exemplar no menino Heitor.

A solidariedade é como o vale transporte para um mundo cheio de luz e amor! Venha você também fazer parte desta história tão linda e descubra que nossos corações, além de bater, podem criar: criar esperança, fé, sonhos de um futuro melhor e oportunidades para quem não tem nada! Tudo do que dá, lhe será retribuído, não em moeda ou prata, mas em paz, amor e  muitos sorrisos!

De lá para cá muitas cidades foram atendidas

❖ Capelinha; ❖ Itamarandiba; ❖ Carbonita; ❖ Turmalina; ❖ Minas Novas; ❖ Chapada do Norte; ❖ Bonito de Minas; ❖ Cônego Marinho; ❖ Miravânia ❖ Montalvânia; ❖ Juvenília; ❖ Cocos (Bahia); ❖ Ribeirão das Neves ❖ Pai Pedro; ❖ Berilo; ❖ Francisco Badaró; ❖ Araçuaí; ❖ Itinga; ❖ Ponto dos Volantes; ❖ Virgem da Lapa; ❖ Malacacheta; ❖ Setubinha; ❖ Jenipapo de Minas; ❖ São João das Missões; ❖ Gameleiras; ❖ Buritizeiro;

Esse belo trabalho fora criado pelo professor Idair, juntamente com seu irmão, família e amigos e, já há 17 anos vem sendo mantido graças ao esforço de muitas pessoas.

O objetivo principal é levar o que comer aos que de fato passam fome no território mineiro, em nossa terra (é estranho, mas é REAL, PESSOAS MORREM DE FOME). Para a maioria dos voluntários, que vivem na cidade de Belo Horizonte é difícil acreditar que pessoas morrem de fome em Minas Gerais até presenciarem o estado de miséria e fome em que eles vivem. Uma triste e lamentável “realidade”.
Além de cestas básicas, que é nosso maior intuito, também levamos roupas, brinquedos, material escolar e de higiene, calçados, MUITOS SORRISOS e o que for necessário, conforme a carência local apresentada (colchão, por exemplo).

É realizado de forma muito transparente, sem dono, sem chefe, sem vaidade e ou arrogância, construído por pessoas de todos os credos e etnias, sem preconceito ou discriminação de qualquer natureza, nossa única exigência é que entre somente aquele que se interessa em ajudar o próximo, aquele que ama seu igual, tendo seu sangue ou não, sendo ele de sua cultura ou não e apenas isso.

Conseguimos o material para nosso trabalho com todo o esforço possível e maior fé na solidariedade, pedindo todo tipo de colaboração: óleo diesel para abastecimento do caminhão que transporta o material; dinheiro para que montemos as cestas; frete de uma van ou de um ônibus para o transporte dos(as) guerreiros(as). Bonecas, carrinhos, balas de goma enfim, o que puder causar felicidade.

Viajamos para entregar os materiais da seguinte forma: fazemos o rateio entre os interessados em ir, para o pagamento de frete e hospedagem (quando necessário), o que normalmente gira em torno de R$ 170,00.

Geralmente partimos numa sexta feira a noite e chegamos no sábado pela manhã. Tomamos o café e saímos para o trabalho, que dura o dia todo. Domingo cedo saímos novamente para finalizar o trabalho, quando concluído este, nos aprontamos e embarcamos para o regresso, chegando em BH normalmente por volta das 4-5 da manhã.

Em suma, é isso, claro que com as variações que nos apresenta cada nova missão, obstáculos de diversas naturezas, dificuldades, às vezes algo que incomoda, que afronta nossos princípios, mas sempre superáveis, não há o que venha desanimar, àquele que somente o bem interessa, somente o amor e muitos SORRISOS.